Thursday, June 13, 2024
Google search engine
HomeBusinessCBDCs: Por que especialistas acreditam que o Real Digital vai revolucionar os...

CBDCs: Por que especialistas acreditam que o Real Digital vai revolucionar os investimentos

Drex permitirá fazer aplicações e resgates de produtos financeiros 24 horas por dia, 7 dias por semana, assim como o Pix com as transferências de dinheiro.

Drex é o novo nome do Real Digital, inovação desenvolvida pelo Banco Central com o objetivo de aprofundar a digitalização da economia – que começou com o Pix, em 2020..

07/08/23: BC do Brasil batizou de DREX o real digital

A mudança de nome vem a calhar. Mais do que moeda digital, o Drex – previsto para o fim de 2024 – pretende ser uma infraestrutura que deverá integrar, pela primeira vez em um só lugar, tanto dinheiro quanto ativos financeiros, como ações, debêntures, títulos públicos e até certificados de propriedade de imóveis e automóveis.

Entre os efeitos esperados estão produtos financeiros melhores e mais rentáveis para todos os participantes da cadeia (de emissores a investidores), maior agilidade e disponibilidade para investir, sem precisar necessariamente obedecer aos horários bancários, além da possibilidade de surgimento de novos instrumentos.

Por esses motivos, há grande expectativa de que a novidade represente para o mercado financeiro um salto similar – ou até mais alto – ao que foi dado pelo Pix na cultura de pagamentos do brasileiro.

“O Pix tornou o acesso aos meios de pagamento muito mais fácil, rápido e barato para as pessoas. O Banco Central quer seguir nesse mesmo caminho para o serviços financeiros, para que também possam ser acessados de forma mais simples e barata pelas pessoas”, disse Tatiana Guazzelli, sócia do Pinheiro Neto Advogados e especialista no mercado de criptoativos, em participação no Cripto+, programa semanal do InfoMoney sobre o universo dos ativos digitais (confira a íntegra no vídeo acima).

Investimentos 24 horas por dia

Investir no Brasil pode ficar mais fácil com o Drex, pelo fim das amarras colocadas pelo sistema bancário tradicional, que exige que aportes sejam realizados em determinados horários. Assim como o Pix permite transferências na madrugada, o Drex permitirá fazer investimentos ou resgates de produtos financeiros 24 horas por dia, 7 dias por semana..

“Existe esse limite de horário [atualmente] porque muita conciliação precisa ser feita manualmente, e os sistemas são lentos. Imagina conciliar toda a troca de dinheiro que existe entre um banco e outro. É muito dinheiro [trafegando] por vários sistemas diferentes”, detalhou Bruno Grossi, gerente de tecnologia do Inter, banco que participa de um dos consórcios do piloto do Drex, ao Cripto+.

Com a nova tecnologia da moeda digital, explica Grossi, a troca de informações é padronizada com dados imutáveis, que podem ser verificados rapidamente — evitando até ligações telefônicas entre tesourarias para confirmar determinadas transações.

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments